AGQ Brasil | Qual a relação entre ética, credibilidade corporativa e a ISO 37001?
18508
post-template-default,single,single-post,postid-18508,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,translatepress-pt_BR,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Qual a relação entre ética, credibilidade corporativa e a ISO 37001?

Qual a relação entre ética, credibilidade corporativa e a ISO 37001?

Conquistar uma imagem positiva no mercado é um desafio para todas as organizações. A ISO 37001 – Sistema de Gestão Antissuborno pode contribuir neste processo.

 

 

Desde o surgimento do comércio, um dos principais atributos relacionados aos negócios de sucesso é a sua credibilidade. No decorrer da história, são inúmeros os exemplos de figuras (governantes, generais, pessoas empreendedoras de todos os perfis etc.), que se destacaram não apenas por suas entregas ou conquistas, mas também pela imagem associada a elas no imaginário coletivo.

 

Quando uma boa reputação precede uma pessoa ou uma organização, maiores são as chances de que a primeira impressão do público seja afetada por aspectos anteriores, e também o potencial de que essa empresa ou projeto se destaque em relação a seus concorrentes menos reconhecidos. Da mesma maneira, uma crise institucional pode arruinar décadas de trabalho duro e ofuscar até mesmo produtos e serviços de qualidade, especialmente na era digital, em que a imagem é parte indissociável da marca.

 

Para evitar riscos associados à corrupção e, mais especificamente, ao suborno no ambiente corporativo, é que surgiu a ISO 37001 – Sistema de Gestão Antissuborno.

 

Transforme sua organização em uma referência no quesito credibilidade com a ISO 37001.

 

 

O que é a ISO 37001 e para que serve um Sistema de Gestão Antissuborno?

 

A ISO 37001 é uma norma internacional da família ISO que, como o próprio nome do sistema de gestão indica, visa auxiliar as organizações certificadas a combaterem práticas indevidas, sobretudo a questão do suborno. Para a norma ISO 37001, suborno é “oferta, promessa, doação, aceitação ou solicitação de uma vantagem indevida de qualquer valor (que pode ser financeiro ou não financeiro), direta ou indiretamente, e independente de localização (ões), em violação às leis aplicáveis, como um incentivo ou recompensa para uma pessoa que está agindo ou deixando de agir em relação ao desempenho das suas obrigações”.

 

Embora esta seja uma definição generalista, que pode ser afetada pela legislação e outros aspectos peculiares de cada país, a essência da norma está em prevenir o suborno nas organizações e também combater outros formatos de corrupção, como cartel, fraudes, antitruste, lavagem de dinheiro etc. Estes são problemas que, anualmente, custam bilhões de reais em prejuízo para empresas de todos os segmentos e portes, e que podem causar danos irreversíveis no que diz respeito à credibilidade da organização.

 

 

Como a ISO 37001 contribui para a credibilidade de uma organização?

 

A ISO 37001 é um sistema de gestão certificável. Isso significa que, após a conclusão do processo de implementação do sistema de gestão antissuborno, e depois de realizadas as auditorias internas necessárias, um órgão certificador atesta o pleno funcionamento do sistema e o atendimento aos requisitos definidos no escopo da norma.

 

Portanto, além dos benefícios internos e tangíveis de melhoria em processos proporcionados pelo sistema de gestão, a obtenção da certificação é uma conquista importantíssima. Afinal, é uma forma internacionalmente reconhecida de comprovar o compromisso da organização com as melhores práticas corporativas de combate à corrupção. Novos clientes e parceiros de negócios certamente valorizarão essa comprovação oficial de investimento em processos com alto nível de confiança.

 

Se você quer elevar o patamar de credibilidade e solidez corporativa em sua organização, fale com a equipe da AGQ Brasil.

 

 

Leia também