AGQ Brasil | 8 pilares da inovação empresarial a partir do padrão ISO
AGQ Brasil, consultoria, treinamento, auditoria interna em sistemas de gestão como ISO 9001, ISO 14001, ISO 45001, ISO 17025, ISO 37301, ISO 27001, Regimento SiAC do PBQP-H, dentre outros.
Consultoria ISO 9001, Consultoria ISO 14001, Consultoria ISO 45001, Consultoria ISO 37301, Consultoria ISO 17025, Consultoria PBQP-H, Consultoria SiAC, Anexo VII do SiAC, Anexo 7 do SiAC, Auditoria Interna, SGI, SGQ, Auditoria ISO 9001, Auditoria ISO 14001, Auditoria ISO 45001, Auditoria ISO 37301, Auditoria ISO 17025, Auditoria PBQP-H, Auditoria SiAC, Consultoria ISO, Auditoria ISO, Consultoria ISO BH, Consultoria ISO 9001 BH, Consultoria ISO 14001 BH, Consultoria ISO 45001 BH, Consultoria SiAC PBQP-H BH, Consultoria ISO 37301 BH, Consultoria ISO 17025 BH, Belo Horizonte, Consultoria ISO SP, Consultoria ISO 9001 SP, Consultoria ISO 14001 SP, Consultoria ISO 45001 SP, Consultoria SiAC PBQP-H SP, Consultoria ISO 37301 SP, Consultoria ISO 17025 SP, SP, São Paulo, Consultoria ISO RJ, Consultoria ISO 9001 RJ, Consultoria ISO 14001 RJ, Consultoria ISO 45001 RJ, Consultoria SiAC PBQP-H RJ, Consultoria ISO 37301 RJ, Consultoria ISO 17025 RJ, Rio de Janeiro, RJ
18177
post-template-default,single,single-post,postid-18177,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

8 pilares da inovação empresarial a partir do padrão ISO

8 pilares da inovação empresarial a partir do padrão ISO

O desejo e a necessidade de inovar fazem parte da realidade de organizações em todo mundo. Como criatividade e pioneirismo também são resultados de trabalho estruturado e sequencial, conheça os 8 pilares para gerar inovação segundo a ISO 56002.

Há alguns anos, o conceito de inovação empresarial era frequentemente associado às grandes organizações, especialmente no setor de tecnologia. Essa não é a realidade atual. Com a democratização de novas ferramentas e a crescente transformação digital nas empresas, de micronegócios a multinacionais, a inovação deixou de ser a exceção para se tornar uma regra, uma necessidade. Afinal, em mercados tão competitivos, diferenciação é essencial.

Os benefícios da inovação não param por aí. É por meio dela que organizações conseguem aprimorar processos, desenvolver novos produtos e serviços, promover soluções de maneira única e marcante e, assim, conquistarem o reconhecimento do público-alvo.

Porém, muitas empresas falham nessa missão devido ao equívoco de associar inovação e criatividade apenas a inspiração. Na prática, estes são processos como qualquer outro, e podem ser aprendidos, aplicados e mensurados com o suporte de Normas ISO.

 

ISO 56002 – Sistema de Gestão da Inovação

De certo modo, a inovação é inerente a diversas Normas da família ISO. Tomando como exemplo a ISO 9001, a mais reconhecida no planeta, é possível perceber que sua implementação direciona empresas na direção de novas soluções. Por meio da melhoria de processos internos e gestão organizacional, as marcas são capazes de se destacarem no mercado tendo a gestão da qualidade como ponto de partida.

Entretanto, diante da demanda específica por diretrizes para promover a inovação de forma sistematizada, surgiu a ABNT NBR ISO 56002:2020 – Gestão da inovação – Sistema de Gestão da Inovação – Diretrizes. Ou, como vem sendo chamada, a ISO de Inovação. A Norma, que é recente e ganhou destaque no atual cenário global, é baseada em 8 pilares.

 

  1. Direção estratégica

Definir os objetivos da inovação é o ponto de partida para formular políticas, indicadores e padrões de projetos com foco em inovação.

  1. Abordagem por processos

Inovação pressupõe organização e foco em processos. É necessário mapear recursos, delimitar funções e adotar sistemas de trabalho bem estruturados.

  1. Realização de valor

O conceito de inovação só existe na prática quando há resultados mensuráveis envolvidos. Sem isso, uma ideia criativa nada mais é do que uma ideia.

  1. Liderança com foco no futuro

A figura dos líderes é essencial para uma mentalidade coletiva de inovação. É dever das lideranças atuar como exemplo e engajar os times em prol do novo.

  1. Cultura de inovação

A inovação não pode ser, em hipótese alguma, restrita a determinados profissionais ou setores. Ela deve se fazer presente em toda a organização, ser incentivada e valorizada.

  1. Gestão das incertezas

Mais do que focar em convicções, é preciso monitorar as incertezas. Mapear riscos, identificar gargalos e desenvolver planos de contingência auxilia a organização a agir.

  1. Adaptabilidade e resiliência

A antiga frase de que “momentos de crise são também momentos de oportunidades” nunca foi tão verdadeira. Cabe às empresas se adaptarem às inevitáveis mudanças e usá-las a seu favor.

  1. Gestão de insights

Da ideia ao resultado, existem etapas que devem ser analisadas e validadas de modo sistemático. Gerir os insights que nascem no decorrer do trabalho ameniza riscos e potencializa ações certas na hora certa.

Em síntese, a proposta da Norma é auxiliar equipes a transformarem novos desafios e ideias criativas em resultados práticos, visto que inovação só existe, de fato, quando há ação. Para saber mais sobre esta e outras Normas ISO, fale com um especialista.

 

Leia também: