AGQ Brasil | Você sabe comunicar os diferenciais da sua organização de forma efetiva?
18231
post-template-default,single,single-post,postid-18231,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,translatepress-pt_BR,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Você sabe comunicar os diferenciais da sua organização de forma efetiva?

Você sabe comunicar os diferenciais da sua organização de forma efetiva?

De nada adianta investir em certificações e melhorias se a organização não for capaz de transmitir suas características e diferenciais para os públicos de interesse.

Toda organização que se dedica a obter uma certificação possui alguns objetivos estratégicos em mente. A melhoria de processos, o engajamento das equipes e o aprimoramento na qualidade de produtos e serviços são alguns exemplos de vantagens decorrentes de selos tradicionais, como a ISO 9001.

Porém, estes são fatores majoritariamente internos, relacionados à operação da organização e, exceto pelo aspecto da qualidade, acessíveis principalmente aos colaboradores e suas respectivas lideranças. Embora seja crucial valorizar e investir na comunicação interna, também é preciso desenvolver estratégias e ações para comunicar os diferenciais da marca para os públicos externos: consumidores finais, fornecedores, imprensa, concorrência, entidades governamentais etc.

Para se destacar é preciso transmitir a mensagem correta, da forma exata e para as pessoas certas.

 

Principais tipos de comunicação empresarial

Além da distinção entre comunicação interna e externa, há uma série de segmentações utilizadas em disciplinas como administração, marketing e publicidade, entre outras, para distinguir diferentes tipos de mensagens e de canais. De modo bastante sintético, são dois os principais tipos de comunicação empresarial: comunicação promocional e comunicação institucional.

  • Comunicação promocional, como o próprio nome indica, está ligada à abordagem comercial de divulgar produtos e serviços com o intuito central de vendê-los. Em geral, essa linha de comunicação é objetiva, direta e focada em gerar conversão, a partir de direcionamento do público para uma ação, como acessar o site da organização, cadastrar um e-mail ou efetuar um pedido on-line.
  • Comunicação institucional é aquela em que os holofotes se voltam para a marca em si, e não os seus produtos e serviços. Essa modalidade de comunicação serve para posicionar a organização estrategicamente no mercado, reforçar sua missão, visão e valores, evitar ou gerenciar crises de imagem, criar e consolidar a imagem pela qual a marca deseja ser reconhecida.

Ambas podem ser desenvolvidas nos âmbitos interno e externo, mas, para o objetivo de comunicar os diferenciais da sua organização de forma efetiva, vamos nos ater à comunicação institucional externa. Confira algumas dicas práticas.

 

Este vídeo é um exemplo de comunicação institucional externa. Falando nisso, confira as novidades mais recentes no canal da AGQ Brasil no YouTube.

Como promover sua marca e seus diferenciais de mercado?

Obviamente, a resposta completa para a pergunta acima não caberia em um artigo de blog, visto que existem inúmeras possibilidades de comunicação e diferentes variáveis em cada contexto. As dicas abaixo, no entanto, são generalistas e podem contribuir para você rever alguns pontos importantes:

  1. Defina os públicos de interesse: o primeiro passo para garantir a assertividade de uma mensagem é delimitar quais serão os destinatários. Organize os diferenciais de acordo com a relevância que eles apresentam para cada grupo. Por exemplo: credibilidade e tradição podem ser relevantes para investidores e consumidores, mas comunicação de resultados anuais só se conecta com o público investidor.
  2. Selecione os canais de comunicação mais adequados: se o seu público consumidor possui um perfil alinhado ao TikTok, por exemplo, é importante estar presente na plataforma e se adaptar aos formatos predominantes. Porém, o vídeo usado no TikTok pode não ser tão interessante se enviado numa newsletter para fornecedores e parceiros. Essa segmentação é essencial para manter diferentes perfis atentos e engajados ao que sua organização comunica.
  3. Adapte as mensagens ao público e ao canal: um erro comum cometido por muitas organizações é repetir a mesma mensagem em diferentes canais para se comunicar com públicos diferentes. Plataformas e audiências específicas exigem personalização do que é dito e de como isso é feito. Por exemplo: um artigo publicado no Instagram deve ser visualmente atrativo e mais curto, enquanto no LinkedIn talvez seja interessante destacar dados e trechos estratégicos na legenda.
  4. Saiba dosar a frequência ideal para a abordagem institucional: a última dica é simples, mas indispensável. Poucas estratégias são tão ineficazes quanto a repetição exaustiva de qualidades e diferenciais nos canais de comunicação. Este tipo de mensagem deve ser balanceada com materiais de interesse dos públicos, conteúdos mais conectados às suas necessidades e desejos.

 

Tudo isso se conecta ao universo da qualidade porque a assertividade da comunicação deve estar no radar se a sua organização está considerando a possibilidade de investir em uma certificação. Se for este o caso, conte com a experiência de mais de uma década da AGQ Brasil para implementar um Sistema de Gestão.

 

Leia também: