AGQ Brasil | Edifícios verdes: tendência de sustentabilidade na construção civil
18283
post-template-default,single,single-post,postid-18283,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,translatepress-pt_BR,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Edifícios verdes: tendência de sustentabilidade na construção civil

Edifícios verdes: tendência de sustentabilidade na construção civil

A integração equilibrada entre cidade e natureza, bem como a adoção de práticas sustentáveis, são fatores em ascensão na construção civil. Saiba mais sobre a tendência dos edifícios verdes.

 

Desde o início da revolução industrial, uma das principais transformações econômicas e sociais vivenciadas foi o crescimento das cidades. Grandes metrópoles surgiram e se expandiram em velocidade acelerada, o que deu origem a novos problemas e soluções. Hoje, poucos séculos após o início da industrialização global, os desafios do planeta mudaram completamente, mas a transformação permanece constante, rumo à criação das cidades do futuro.

Devido às preocupações crescentes com as mudanças climáticas, o aumento populacional desenfreado e a ocupação desproporcional em algumas localidades, um dos conceitos que mais ganha força no setor da construção civil é o de edifícios verdes. O termo não é novo, mas se consolidou nos últimos anos como tendência mundial, inclusive no Brasil. Segundo matéria da revista Forbes, o país é o 5º colocado no ranking de nações com maior número de edifícios verdes certificados.

 

Rosewood Hotel & Resort, em São Paulo. Imagem: Rosewood / reprodução

 

O que é um edifício verde?

Construções verdes ou edifícios verdes referem-se a empreendimentos imobiliários, comerciais ou residenciais, nos quais a sustentabilidade não é apenas um detalhe, mas um dos destaque do projeto. A proposta ganhou força por unir tecnologia e inovação à preservação do meio ambiente, priorização de matéria prima diferenciada e utilização assertiva de recursos naturais.

Em geral, este tipo de prédio é pensado para causar o menor dano ambiental possível antes, durante e após sua construção. Além disso, construtoras, imobiliárias e demais organizações envolvidas em projetos desse tipo oferecem a seus consumidores uma experiência distinta de moradia ou utilização comercial e recreativa dos espaços.

Uma das marcas registradas dos edifícios verdes, como o próprio nome indica, é a presença icônica de vegetação na construção. Integração com parques preservados, jardins verticais e até mesmo pequenas florestas urbanas são exemplos de componentes frequentemente encontrados em empreendimentos sustentáveis. Porém, suas características incluem vários outros fatores.

 

Liuzhou Forest City, na China. Imagem: Stefano Boeri Architetti / reprodução

 

Características de edifícios verdes

Dentre a extensa lista de possibilidades para um edifício verde, destacam-se os itens a seguir:

  • Eficiência energética: oferecem soluções para otimização do consumo energético em todos os pontos possíveis, da iluminação aos sistemas de ventilação;
  • Fontes limpas e renováveis de energia: utiliza e incentiva que as unidades priorizem fontes alternativas de energia, como soluções eólicas e fotovoltaicas;
  • Captação e/ou reaproveitamento de água: além de criar sistemas com desperdício mínimo, desenvolvem alternativas para usufruir de água da chuva e água usada;
  • Descarte e reaproveitamento de resíduos: da mesma forma, edifícios verdes valorizam a coleta seletiva, a reciclagem e outras iniciativas relacionadas aos resíduos gerados;
  • Diferenciação estética e prática: os materiais e até mesmo a aparência dos edifícios sustentáveis levam em consideração as características do bioma local e os impactos da construção neste contexto.

 

Como se preparar para as tendências da construção civil?

Para adaptar seu negócio a essa e outras tendências da construção civil, no que diz respeito à sustentabilidade, nossa recomendação é investir na certificação ISO 14001 – Sistema de Gestão Ambiental. Esta é uma norma destinada para as organizações que buscam gerenciar suas responsabilidades ambientais de uma forma sistemática, que contribua para o pilar ambiental da sustentabilidade, o que traz vários benefícios para a empresa. Entre em contato com um time de especialistas para saber mais detalhes.

 

 

 

Leia também: