AGQ Brasil | O que é e como funciona o ciclo de vida do produto?
AGQ Brasil, consultoria, treinamento, auditoria interna em sistemas de gestão como ISO 9001, ISO 14001, ISO 45001, ISO 17025, ISO 37301, ISO 27001, Regimento SiAC do PBQP-H, dentre outros.
Consultoria ISO 9001, Consultoria ISO 14001, Consultoria ISO 45001, Consultoria ISO 37301, Consultoria ISO 17025, Consultoria PBQP-H, Consultoria SiAC, Anexo VII do SiAC, Anexo 7 do SiAC, Auditoria Interna, SGI, SGQ, Auditoria ISO 9001, Auditoria ISO 14001, Auditoria ISO 45001, Auditoria ISO 37301, Auditoria ISO 17025, Auditoria PBQP-H, Auditoria SiAC, Consultoria ISO, Auditoria ISO, Consultoria ISO BH, Consultoria ISO 9001 BH, Consultoria ISO 14001 BH, Consultoria ISO 45001 BH, Consultoria SiAC PBQP-H BH, Consultoria ISO 37301 BH, Consultoria ISO 17025 BH, Belo Horizonte, Consultoria ISO SP, Consultoria ISO 9001 SP, Consultoria ISO 14001 SP, Consultoria ISO 45001 SP, Consultoria SiAC PBQP-H SP, Consultoria ISO 37301 SP, Consultoria ISO 17025 SP, SP, São Paulo, Consultoria ISO RJ, Consultoria ISO 9001 RJ, Consultoria ISO 14001 RJ, Consultoria ISO 45001 RJ, Consultoria SiAC PBQP-H RJ, Consultoria ISO 37301 RJ, Consultoria ISO 17025 RJ, Rio de Janeiro, RJ
18250
post-template-default,single,single-post,postid-18250,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-18920
 

O que é e como funciona o ciclo de vida do produto?

O que é e como funciona o ciclo de vida do produto?

Entender o conceito e as aplicações práticas do ciclo de vida do produto é fundamental para elaborar estratégias assertivas de marketing, vendas e P&D. Saiba mais sobre este assunto.

Não importa qual seja o estilo da organização, seu segmento ou porte: todo negócio possui um produto a oferecer, no sentido amplo da palavra, que inclui produtos físicos, digitais, serviços de toda natureza e quaisquer outros itens oferecidos ao mercado consumidor. Cada produto possui suas peculiaridades e públicos específicos, mas todos compartilham uma jornada em comum. A representação dela pode ser encontrada no CVP, o modelo do Ciclo de Vida do Produto.

Simulação de um comparativo entre vendas e lucro nas cinco etapas do CVP. Gráfico: reprodução / Vida de Produto

 

O que é o ciclo de vida do produto?

O CVP é uma representação visual que divide as principais fases na existência de um produto qualquer, definindo cinco etapas distintas que serão vivenciadas pela empresa em relação a cada um de seus produtos. Portanto, trata-se de uma ferramenta muito útil para que as organizações compreendam o momento em que seus principais produtos se encontram para, assim, promover ações alinhadas às necessidades de cada fase do ciclo.

Originalmente, este ciclo de vida era composto por quatro fases: 1) introdução; 2) crescimento; 3) maturidade e 4) declínio. Hoje, porém, a estrutura mais comum inclui uma etapa inicial que é o desenvolvimento, de modo que a etapa de idealização e criação do produto já é considerada a primeira das cinco etapas em sua jornada. Entenda cada uma delas a seguir:

1 – Desenvolvimento: fase em que o produto é idealizado, planejado, prototipado e testado antes de sua apresentação definitiva ao mercado consumidor;

2 – Introdução: lançamento do produto no mercado, geralmente acompanhada de divulgação e outros investimentos para gerar reconhecimento junto aos clientes;

3 – Crescimento: etapa de aumento no consumo e na familiaridade do mercado com o produto. Após duas etapas de investimentos e prejuízos, aqui começa a haver lucro;

4 – Maturidade: momento de consolidação da aceitação do produto, acompanhada de lucros estáveis, ampla concorrência e esforços para manter o ritmo de vendas;

5 – Declínio: a etapa de declínio marca a última fase no ciclo de vida do produto. Com as vendas e os lucros em queda, o produto pode retornar à fase 1 ou deixar de existir.

 

Como aplicar o modelo de ciclo de vida do produto, na prática?

O CVP pode ser útil de diferentes maneiras para a sua organização. Se você ainda não utiliza este modelo, o primeiro passo é reunir lideranças e equipes para mapear os principais produtos atuais, de modo a identificar em qual etapa se encontra cada um deles. Com o mapeamento pronto, preferencialmente de forma visível e acessível para todo o time (utilizando, por exemplo, um quadro ou um painel digital), a organização pode voltar seus esforços para atender as necessidades de cada produto.

Um item que se encontra na etapa de crescimento e apresenta grande potencial pode, por exemplo, receber mais investimentos em mídia para que atinja e se mantenha na fase de maturidade. Outro produto, na etapa de declínio, deve ser analisado em conjunto com as tendências do mercado e de consumo dos seus públicos, principais concorrentes e inovações, para que a organização defina se é viável promover um redesenho do produto (reiniciando o ciclo na fase de desenvolvimento), ou se a alternativa é descontinuá-lo.

Quanto mais organizada for a empresa e seus processos, maior a probabilidade de lidar melhor com o ciclo de vida de seus produtos. Para elevar o patamar de qualidade em sua organização, conheça os benefícios de investir na ISO 9001 – Sistema de Gestão da Qualidade.

 

 

Leia também: