AGQ Brasil | Principais formatos em educação corporativa e indicações para aplicação prática
AGQ Brasil, consultoria, treinamento, auditoria interna em sistemas de gestão como ISO 9001, ISO 14001, ISO 45001, ISO 17025, ISO 37301, ISO 27001, Regimento SiAC do PBQP-H, dentre outros.
Consultoria ISO 9001, Consultoria ISO 14001, Consultoria ISO 45001, Consultoria ISO 37301, Consultoria ISO 17025, Consultoria PBQP-H, Consultoria SiAC, Anexo VII do SiAC, Anexo 7 do SiAC, Auditoria Interna, SGI, SGQ, Auditoria ISO 9001, Auditoria ISO 14001, Auditoria ISO 45001, Auditoria ISO 37301, Auditoria ISO 17025, Auditoria PBQP-H, Auditoria SiAC, Consultoria ISO, Auditoria ISO, Consultoria ISO BH, Consultoria ISO 9001 BH, Consultoria ISO 14001 BH, Consultoria ISO 45001 BH, Consultoria SiAC PBQP-H BH, Consultoria ISO 37301 BH, Consultoria ISO 17025 BH, Belo Horizonte, Consultoria ISO SP, Consultoria ISO 9001 SP, Consultoria ISO 14001 SP, Consultoria ISO 45001 SP, Consultoria SiAC PBQP-H SP, Consultoria ISO 37301 SP, Consultoria ISO 17025 SP, SP, São Paulo, Consultoria ISO RJ, Consultoria ISO 9001 RJ, Consultoria ISO 14001 RJ, Consultoria ISO 45001 RJ, Consultoria SiAC PBQP-H RJ, Consultoria ISO 37301 RJ, Consultoria ISO 17025 RJ, Rio de Janeiro, RJ
17856
post-template-default,single,single-post,postid-17856,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-18920
 

Principais formatos em educação corporativa e indicações para aplicação prática

Principais formatos em educação corporativa e indicações para aplicação prática

Palestras, workshops e treinamentos são alguns dos formatos mais comuns utilizados em ações de educação corporativa. Conheça as diferenças entre cada modalidade e saiba quando aplicá-las de maneira assertiva em sua organização.

Não faltam motivos para investir em treinamento e capacitação de equipes, tema de outro artigo em nosso blog que pode ser lido no link em destaque. Independentemente dos objetivos da organização, de seu porte ou segmento, sempre há competências, habilidades e conhecimentos que podem atuar a favor dos processos internos.

Algumas vantagens decorrentes da formação profissional são o aumento da produtividade da equipe, melhoria do engajamento, diminuição nos índices de falhas, preparação dos times para a implantação e manutenção de novas ferramentas ou métodos de trabalho, entre outros. A lista de benefícios é ampla, bem como os formatos possíveis para aprendizado.

O objetivo deste texto é apresentar três modalidades bastante comuns no âmbito da educação corporativa, destacar suas principais características e os momentos mais indicados para a utilização em prol da melhoria contínua e qualidade nas organizações.

 

Palestras

Palestras são um dos formatos mais comuns de ensino, especialmente na esfera empresarial. Em síntese, suas principais características são a curta duração, a abordagem de um tema específico e um modelo unilateral de transmissão do conhecimento. Ou seja, a pessoa palestrante transmite os conteúdos de forma quase ininterrupta, com breves momentos de interação com o público, geralmente ao final da palestra. É recomendada principalmente para destacar conceitos pontuais, trazer exemplos práticos a partir das experiências de profissionais referência, e funciona bem em sequência (várias palestras em um ou mais dias de evento).

 

Workshops

Workshops nada mais são do que oficinas, isto é, pequenos módulos de ensino com abordagem predominantemente prática em detrimento de exposição teórica. Em geral, este é um formato utilizado para tangibilizar habilidades comportamentais (as chamadas soft skills), ou para demonstrar de modo ágil a utilização de uma ferramenta, software ou uma nova técnica para implementação na rotina dos profissionais participantes. São ótimas possibilidades para tornar temas complexos mais acessíveis ao público, além de promover maior engajamento, interação e participação da equipe, devido às suas características de atividade “mão na massa”. Ao final, os participantes podem ou não desenvolverem um produto ou protótipo no qual os conhecimentos recém-adquiridos serão aplicados.

 

Treinamentos

Os treinamentos se diferem dos formatos anteriores por possuírem maior carga horária e por abordarem conhecimentos práticos e modernos, visando a aplicação nas rotinas diárias do trabalho da equipe. O objetivo, como o próprio nome indica, é treinar os participantes a realizarem determinadas funções ou aplicar métodos, técnicas e recursos específicos. No que diz respeito à Gestão da Qualidade, por exemplo, os treinamentos são muito úteis para formar auditores internos e gestores da qualidade, compartilhar as etapas para mapeamento de processos e interpretação de normas, entre outras possibilidades. Portanto, trata-se de ensinar algo relevante e com aplicabilidade imediata.

Confira alguns exemplos de treinamentos disponibilizados pela AGQ Brasil:

  • Formação de Auditores Internos NBR ISO 9001:2015 e/ou SiAC do PBQP-H versão 2018 conforme NBR ISO 19011: versão 2018;
  • Formação de Gestores da Qualidade para Construtoras em atendimento ao SiAC do PBQP-H versão 2018;
  • Identificação e elaboração de planos de ação para eliminar não conformidades;
  • Mapeamento de processos, melhoria e contextualização da organização para a ISO 9001:2015 e Regimento SiAC do PBQP-H versão 2018;
  • Ferramentas da qualidade;
  • Etc.