AGQ Brasil | A importância da imparcialidade e da experiência em Auditorias Internas
AGQ Brasil, consultoria, treinamento, auditoria interna em sistemas de gestão como ISO 9001, ISO 14001, ISO 45001, ISO 17025, ISO 37301, ISO 27001, Regimento SiAC do PBQP-H, dentre outros.
Consultoria ISO 9001, Consultoria ISO 14001, Consultoria ISO 45001, Consultoria ISO 37301, Consultoria ISO 17025, Consultoria PBQP-H, Consultoria SiAC, Anexo VII do SiAC, Anexo 7 do SiAC, Auditoria Interna, SGI, SGQ, Auditoria ISO 9001, Auditoria ISO 14001, Auditoria ISO 45001, Auditoria ISO 37301, Auditoria ISO 17025, Auditoria PBQP-H, Auditoria SiAC, Consultoria ISO, Auditoria ISO, Consultoria ISO BH, Consultoria ISO 9001 BH, Consultoria ISO 14001 BH, Consultoria ISO 45001 BH, Consultoria SiAC PBQP-H BH, Consultoria ISO 37301 BH, Consultoria ISO 17025 BH, Belo Horizonte, Consultoria ISO SP, Consultoria ISO 9001 SP, Consultoria ISO 14001 SP, Consultoria ISO 45001 SP, Consultoria SiAC PBQP-H SP, Consultoria ISO 37301 SP, Consultoria ISO 17025 SP, SP, São Paulo, Consultoria ISO RJ, Consultoria ISO 9001 RJ, Consultoria ISO 14001 RJ, Consultoria ISO 45001 RJ, Consultoria SiAC PBQP-H RJ, Consultoria ISO 37301 RJ, Consultoria ISO 17025 RJ, Rio de Janeiro, RJ
4999
post-template-default,single,single-post,postid-4999,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-18920
 

A importância da imparcialidade e da experiência em Auditorias Internas

A importância da imparcialidade e da experiência em Auditorias Internas

Garantir a imparcialidade dos profissionais responsáveis por auditar processos internos é essencial para obter resultados válidos. Entenda melhor.

Existem três tipos de auditoria de Sistemas de Gestão e um deles é a Auditoria de Primeira Parte, mais conhecida como Auditoria Interna. Nessa etapa, realizada pela própria empresa que se encontra em busca da certificação, o Sistema de Gestão é avaliado por equipes internas ou terceirizadas, contratadas para este fim, para gerar todos os dados necessários para posteriores análise e melhorias. Ela é efetuada antes da realização da Auditoria de Terceira Parte, ou Auditoria Externa, que é o momento em que um auditor externo avalia se a organização está ou não apta a receber o selo. 

Em poucas palavras, o papel das Auditorias Internas é auxiliar as organizações a promoverem excelência em sua operação, e os auditores internos desempenham uma função de destaque neste ponto. Por que a imparcialidade destes profissionais é crucial? 


A busca por não-conformidades
 

Na versão de 2008 da Norma ISO 9001, o item 8.2.2 (auditoria interna), previa que “auditores não devem auditar o seu próprio trabalho”. Os motivos para isso são de fácil compreensão, visto que é muito arriscado delegar à mesma pessoa as tarefas de executar determinada ação e, em seguida, avaliar os processos desenvolvidos e resultados obtidos em busca de não-conformidades. 

Na versão mais recente da Norma, de 2015, este item não surge mais como uma exigência específica. Ainda assim, os riscos de avaliar o próprio trabalho cotidiano persistem e, por isso, o olhar de outros profissionais é extremamente válido para identificar possibilidades de melhoria que, de outra forma, poderiam passar despercebidas. 

É nesse ponto que a imparcialidade surge como premissa para a realização de uma Auditoria Interna assertiva. As pessoas designadas a atuar no papel de auditoras devem conhecer o contexto da organização, mas sem possuir conexão direta com a execução prática dos processos. Esse distanciamento amplia as chances de localizar falhas, que é o ponto central da ação. Auditorias Internas são o momento ideal para encontrar e solucionar problemas para evitar, de todas as formas, que o mesmo aconteça na etapa final. 


Equipe interna ou terceirizada?
 

Ciente de que imparcialidade é fator indispensável, surge uma dúvida muito comum nas organizações quando o assunto é experiência: o que é melhor, utilizar uma equipe interna ou auditores terceirizados? Não há uma resposta definitiva para essa questão, visto que são muitos os fatores envolvidos. As duas modalidades apresentam vantagens distintas. 

Porém, caso opte pela contratação de uma empresa, há alguns pontos que devem ser levados em consideração: 

  • Perfil da empresa: pesquise se os padrões de qualidade da empresa consultora são realmente bons, se ela possui experiência em Auditoria Interna e se é bem vista por OCC – Organismos Credenciados Certificadores (Certificadoras);
  • Perfil da equipe: além das características da empresa, verifique quem serão os profissionais responsáveis. O ideal é que a organização possua consultores que sejam das áreas da construção civil, ambiental, saúde, segurança e administração, entre outros setores, para maior abrangência e adequação à realidade do mercado.
  • Experiência comprovada: sem um bom portfólio de clientes é difícil saber se a empresa e seus profissionais realmente dominam a função. Avalie a experiência prática, os clientes atendidos e o tempo de atuação no segmento para escolher uma opção realmente capaz de auxiliar sua organização.

 Para mais detalhes, conheça o serviço de auditoria oferecido pela AGQ Brasil ou entre em contato conosco!


#AGQBrasil #auditorias #auditoriasinternas #sistemadegestão #ISO9001 #análise #melhorias